[FP] Marina Koubek - Vampira

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Marina Koubek - Vampira

Mensagem por Marina Koubek em Qua Nov 14, 2012 9:51 pm

FICHA DO PERSONAGEM

DADOS PESSOAIS


Nome completo: Marina Adonov Koubek
Data de nascimento: 04 de setembro 1945
Sexo: Feminino
Lugar de origem: Allentown, Pensivâlnia - EUA
Idade: 66, mas aparenta 17 anos.
Ano que se transformou em vampiro: 1952
Quem lhe transformou: Desconhecido
Quantas pessoas já matou/transformou: Matei vários, mas não transformei ninguém.
Pode andar na luz do dia: Sim, possuo uma tornozeleira com a pedra Lápis-Lázuli.
Se alimenta de sangue humano ou animal: Humano.

APARÊNCIA


Olhos: Verdes - Eventualmente azuis.
Cabelo: Longo e loiro.
Altura: 1.61
Complemento: Seu corpo possui linhas lisas, e um rosto arredondado.
Photoplayer: Amanda Seyfried

PERSONALIDADE

Desenvolveu uma personalidade dura e irônica, a partir da infância difícil. Sua transformação aconteceu e um dos períodos mais difíceis de sua vida fossilizando seus traços sarcásticos e céticos. Tem dificuldade em estabelecer relações de confiança, desconfia de tudo e de todos, mantendo-se sempre na defensiva. É individualista, egoísta e desconhece o significado de altruísmo.



HISTÓRIA
Marina Adonov Koubek - ou apenas Marina Koubek, nasceu no mês de setembro de 1945. Sua mãe, Annelise Adonov, que teve uma gravidez complicada desde o começo, morreu por complicações em seu parto, deixando-a órfã e com um pai - Adolf Koubek - que a culpava pela morte da amada esposa.
Depois da morte da mãe, seu pai tornou-se alcolátra, perdeu tudo o que tinha por causa do vício. Porém, pouco depois do nascimento de Marina, Adolf foi convocado para guerra, teve que deixar a filha sob os cuidados do governo. Nunca mais se teve notícias dele, talvez tenha morrido na guerra.
Marina viveu até os três anos em um orfanato, em sua cidade natal, Allentown, mas foi transferida para Maryland, e então para Boston, São Francisco, e vários outros. Sempre conseguia ser expulsa por mal comportamento. Era uma criança de gênio difícil, nunca soube se portar como devia. Era o exemplo perfeito do que "não fazer se quiser ser adotada", por essa razão, viveu em abrigos para menores até os quinze anos, quando fugiu para costa leste.
Levou uma vida sem regras, onde se valia apenas de si mesma para sobreviver. Nnunca teve casa, amigos ou relacionamentos, de fato, amorosos, mas sim, relacionou-se com muitos marinheiros, chegando inclusive a engravidar de um deles, aos dezesseis anos, no entanto perdeu a criança, bem no começo da gestação. Numa de suas típicas noites de bebedeira, conheceu um homem, que viria a ser o vampiro que a transformou.
A transformação, foi ainda pior. Apesar de tê-la transformado, o vampiro em questão não tinha interesse nenhum de mantê-la por perto, portanto, depois de fazê-la alimentar-se de sangue humano, ele sumiu. Marina teve de aprender tudo sozinha, e na marra.
No início, não possuia a pedra que a permitia andar no sol, o que lhe obrigava a passar os dias enclausurada. Para mantê-la longe do tédio, Marina costumava capturar humanos durante a noite, e torturá-los alimentando-se deles durante o dia. Em geral, homens bêbados, como seu pai tinha sido. Certo vez, porém, ela escolheu um jovem rapaz que lhe atraiu, no entanto não conseguiu alimenta-rse dele, pois este era John Scotts, um bruxo. Ele a rendeu, mas logo ambos se viram perante um impasse, não queriam machucar-se.
Com este bruxo, Marina manteve um relacionamento. Pode-se dizer, inclusive, que se apaixonou por ele. Foi John que fabricou a pedra que possui até hoje. Mas o vampiro que a transformou re-apareceu revindincando alguma lealdade. Queria que Marina abrisse mão do que havia construído, e o seguisse em um certo tipo de missão que ela não quis ouvir.
Marina recusou-se com veemência a obedecê-lo, e nem sequer deu-lhe atenção, despertando-lhe a vontade de vingança. No final do dia, ele a seguiu até onde vivia com John, e depois de amarrá-la com cordas banhadas em verbena, o matou em sua frente. Em um ataque de fúria, e com um pouco de sorte, Marina conseguiu se soltar, e atacou seu criador, arrancando-lhe o coração.
Depois do episódio, ela enterrou John, e no funeral prometeu a si mesma que nunca mais se apaixonaria de novo.
Usa sua pseudo-aliança que ganhou de Scotts até hoje.
avatar
Marina Koubek

Mensagens : 1
Data de inscrição : 14/11/2012
Idade : 72
Localização : Na cama -q

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum